Pessoal médico olhando para o visitante de www.penimaster.pt ou em discussão

Relatórios médicos

Relatório do médico Dr. Ruslan Petrovich sobre o PeniMaster®PRO

  • Dr. Petrovich possui experiência pessoal com todos os tipos de extensores penianos,
  • e emprega extensores para o aumento peniano não invasivo, und no tratamento após a operação do pénis an
  • A dilatação de longo prazo do tecido origina sempre um aumento do pénis.
  • Para obter bons resultados,deverá ser usado um extensor eficaz que se adapte por muito tempo perfeitamente ao pénis.
  • Por maus resultados de fixação, conforto insatisfatório e numerosos efeitos colaterais, o próprio Dr. Petrovich nunca conseguiu usar extensores penianos. Isto lhe foi pela primeira vez possível com o PeniMaster PRO.
  • Dr. Petrovich deposita grande esperança no PeniMaster PRO para o tratamento do pénis após uma intervenção cirúrgica.

Nota da redação:

O texto é um relatório do conhecido urologista e andrologista Dr. Ruslan Petrovich sobre o teste do extensor peniano PeniMaster PRO.

Dr. Petrovich é cirurgião, cirurgião plástico e microcirurgião, especializado na andrologia. Durante a sua atividade profissional, fez vários milhares de intervenções cirúrgicas no pénis. Dr. Petrovich utiliza extensores penianos como possibilidade não invasiva da correção plástica do pénis (aumento e retificação) e para o tratamento após uma intervenção cirúrgica.

A sua avaliação do extensor fisiológico PeniMaster PRO baseia-se na experiência pessoal e na dos seus pacientes, adquiridas com extensores penianos vulgares em comparação com o PeniMaster PRO.

Dr. Petrovich publicou o relatório sucessivamente, durante vários meses, conforme os reconhecimentos crescentes sobre o produto em aplicação clínica diária, no Fórum sobre extensores, na Rússia. Isto explica o "Caráter de agenda" que em parte pode deixar uma sensação de inconstância, durante a reprodução do texto fora de um fórum.

Dr. Petrovich também publica artigos urológicos no Andro-Forum, por exemplo, sobre disfunção eréctil, infertilidade masculina, ejaculação precoce, fimose ou doença Peyronie, sendo, no fórum, o médico de contacto para estes temas.

A publicação do texto foi autorizada por Dr. Petrovich.

Dr. Ruslan Petrovich sobre o PeniMaster®PRO. Aplicação de um extensor* na medicina

Dr. Ruslan Petrovich:

Durante muitos anos nos quais me ocupo com o alongamento do pénis, eu próprio consegui pela primeira vez, com o aparelho PeniMaster PRO, usar disciplinadamente vários dias um extensor peniano.

Tenho experiência pessoal com quase todos os modelos de extensores. Aparelhos com laços, cintos, barras ou bombas. Nunca tinha o objetivo ou a motivação de aumentar o pénis. A minha intenção era simplesmente adquirir experiência própria com esses aparelhos para ter uma ideia o que os pacientes estão a suportar pelos produtos.

Analisando a eficácia das diferentes técnicas do aumento peniano, cheguei à conclusão que a dilatação mecânica do tecido peniano mediante um extensor faz sempre efeito.

Por outro lado, os extensores penianos são eficazes só em 60-70% de todos os casos. Os extensores são, porém, a ferramenta necessária para a dilatação do tecido peniano e os resultados dos mesmos dependem destes critérios:

  • Força de tração
  • Tempo de aplicação (duração do uso do extensor por cada aplicação)
  • Fixação segura do extensor ao pénis
  • Fixação confortável do extensor ao pénis
  • Uso seguro (sem lesões)

Mesmo que existam as primeiras três condições prévias, a falta das últimas irá, no entanto, dificultar o sucesso ou levar à falha da aplicação.

Certamente, muitos homens encontram o tempo necessário para usar o extensor por muitas semanas. Podem aprender a ajustar corretamente as barras tratoras ou como se deve ligar a glande para melhorar a adaptação a aparelhos com fixação por correia ou laço. Porém, logo que se tenham produzidas escoriações ou inchaços pelo uso do extensor peniano, os pacientes se vêem obrigados a suspender alguns dias o uso do aparelho. Outra consequência é que não podem ter relações sexuais. Esta renúncia necessária, provocada por uma lesão peniana (p. ex., fissura do prepúcio), leva homens sexualmente ativos a deixar de usar o extensor, em vez de o aplicar de preferência cada dia.

Afinal de contas, a ineficácia dos aparelhos é o resultado do uso não regular ou uso com fraca força de tração por eventuais lesões penianas, e evidencia porque muitos utentes estão desiludidos com o método da dilatação do tecido peniano.

Eu mesmo não pude usar mais de uma hora extensores com fixação por laço porque originam dores. Os extensores com fixação por correia frequentemente tornaram-se soltos ou não mantiveram a fixação pelas tensões em subida. Em vista dos resultados acima descritos, não encontrei extensor ideal e adequado para mim.

Porém, a minha experiência com o novo extensor de vácuo PeniMaster PRO é positiva.

Embora nunca pretendesse aumentar o pénis, eu estava curioso por conhecer o aparelho que me tinha sido disponibilizado para o testar. Já durante a primeira aplicação, pude usar o aparelho mais de três horas, apesar de uma forte força de tracão.

Jamais antes fui capaz de aplicar um extensor tantas horas. O aparelho ou se deslocou ou eu fui obrigado a suspender o uso pelas dores que me deu. Inicialmente me convenci da aplicabilidade geral e depois comecei a experimentar o PeniMaster PRO no quotidiano. Meia hora de viagem em automóvel, compras, um passeio e depois mais uma hora de viagem em automóvel - ao todo mais de três horas. Os movimentos físicos, por exemplo, ao subir uma escada, alteraram permanentemente as forças de tração, com leve redução do conforto. Não obstante, o extensor, apesar das altas forças de tração, ficou no lugar e o processo da dilatação do tecido peniano não me produziu dores. A vantagem mais importante: Não houve escoriações nem edemas.

Portanto, deposito muita esperança no aparelho, mesmo após intervenções operatórias no pénis com o objetivo do seu alongamento.

Urologe Dr. Ruslan Petrovich

Curriculum vitae Dr. Ruslan Petrovich

Beruf
  • Médico e andrologista, cirurgião plástico, especialização em andrologia cirúrgica
Formação académica
  • 2000
  • Curso de ensino superior na Academia Médica de Moscovo, com notas muito boas e distinção
  • de 2000 a 2001
  • Secretário Científico da Associação Profissional dos Andrologistas da Rússia
  • de 2000 a 2002
  • Formação complementar na Secção Clínica de Urologia e Andrologia da Universidade de Moscovo
Praxis
  • de 2002 a 2008
  • Urologista, Instituto Clínico de Microcirurgia e Andrologia Reconstrutiva e Reprodutiva do Centro de Reabilitação de Moscovo
  • de 2008 a 2010
  • Urologista, Centro de Reprodução Humana
  • desde 2011
  • Cirurgião, Secção de Microcirurgia do Centro Clínico Estatal de Reabilitação de Moscovo
  • fez vários milhares de operações da cirurgia plástica e dos órgãos genitais
Actividades docentes e de investigação
  • de 2003 a 2007
  • Assistente científico, Faculdade de Cirurgia Urológica
  • Pedagogo, melhoria temática da andrologia cirúrgica
  • desde 2011
  • Assistência científica, Faculdade de Cirurgia Estética e Plástica da Universidade Russa da Amizade entre os Povos
  • 2011
  • Trabalho de licenciatura, tema "Diagnóstico e tratamento da infertilidade de homens com excesso de peso"
  • publica em fóruns regionais e internacionais da internet
  • relata em congressos médicos sobre temas relacionados com a saúde masculina
  • pública regularmente artigos científicos em revistas andrológicas e urológicas
  • Porta-voz das empresas farmacêuticas Bayer-Schering Pharma e Eli Lilly, relativamente ao hipogonadismo (transtorno funcional endocrínico dos testículos, o qual provoca a falta de testosterona) e à disfunção erétil
  • Titular de numerosas patentes da cirurgia reconstrutiva dos órgãos genitais
Áreas centrais da atividade profissional
  • Diagnóstico e tratamento da infertilidade masculina
  • Cirurgia dos órgãos genitais
  • Tratamento da ejaculação precoce
  • Disfunção erétil (terapia e tratamento cirúrgico)
  • Diagnóstico e tratamento do hipogonadismo
  • Correção do tamanho peniano (desde a terapia até à correção cirúrgica)
  • Diagnóstico e tratamento da falta de androgénio na velhice
  • Cirurgia plástica geral
  • Cirurgia plástica de homens com ginecomastia e lipomastia
  • Implantes masculinizantes de transexuais

Dr. Ruslan Petrovich sobre o PeniMaster PRO

  • Os resultados dos alongamentos operatórios do pénis frequentemente foram insatisfatórios por não terem existido extensores penianos adequados para o tratamento após a intervenção cirúrgica.
  • Dr. Petrovich espera uma melhoria dos resultados operatórios, se o PeniMaster PRO for utilizado para a dilatação do tecido peniano durante o tratamento após a intervenção cirúrgica.
  • Dentro de um mês, Dr. Petrovich colocou o PeniMaster PRO com éxito nos pénis de trinta pacientes (Janeiro de 2013).
  • No início, o aparelho pode deixar a sensação de complexidade.
  • Desde que observadas as instruções de uso, o PeniMaster PRO, dentro de poucos segundos, pode ser fixado ao pénis e usado por muitas horas sem problemas.

O resultado frequentemente insatisfatório do alongamento operatório do pénis tem a sua causa no facto de o paciente depois não poder usar os extensores com fixação por laço ou correia porque a fixação não funciona ou origina dores o que possivelmente se pode dever à anatomia específica do pénis (glande pequena, prepúcio comprido, frénulo curto) e a outras características individuais (baixo limiar para dores, pele fina e sensível, inflamação crónica).

Nota da redação:
Após uma operação peniana,o tecido cicatrizado é passível de se contrair e assim frustrar o alongamento operatório do pénis.

Dr. Ruslan Petrovich:Estou convencido de que o uso do PeniMaster PRO surte efeito após o alongamento operatório do pénis, devido à dilatação adequada do tecido.

Comentário de 29/01/2013

Estou muito contente com o interesse crescente no PeniMaster PRO. Trabalho com este modelo há mais de um mês no meu consultório médico. Até agora me consultaram mais de trinta pacientes que adquiriram o PeniMaster PRO através de mim ou trouxeram o produto à consulta médica.

Gostaria de falar um pouco mais sobre a experiência deles e a minha própria. À primeira vista, o sistema pode dar a sensação de complexidade. Uma sensação compartilhada por alguns membros do nosso Andro-Fórum, os quais no início não sabiam aplicar corretamente o aparelho. Como exemplo pode servir a experiência de Nik que após dificuldades iniciais, entretanto está muito contente com o extensor. Quando se observa as instruções de uso, o extensor, dentro de poucos segundos, está fixado fácil e seguramente ao pénis. De seguida, pode ser usado, sem problemas, por várias horas.

É por isso que, para o primeiro uso, fixo o aparelho ao pénis dos pacientes, ajusto o vácuo e o comprimento das barras que produzem a força de tração e controlo depois que se sentem bem e não têm dores ou outros problemas. Seguidamente, os pacientes usam o aparelho por duas horas para experimentar a adaptação correta ao pénis e relatam-me sobre a experiência.

Dr. Ruslan Petrovich sobre o PeniMaster PRO

  • O PeniMaster PRO não é extensor de vácuo convencional. Graças às três forças combinadas (adesão, união geométrica, vácuo), o resultado de fixação é bom e não causa quaisquer problemas ou dores.
  • Os extensores penianos simples, com mera campânula de vácuo (sem a forma fisiológica do PeniMaster PRO, que corresponde à glande) trazem riscos de lesões muito maiores.
  • resultados muito melhores do que os dos extensores com fixação por laço
  • até ao início do ano de 2013, o aparelho foi testado, dentro de um mês, em mais de trinta pacientes no quotidiano, sem problemas relevantes
  • não é recomendável só em caso de poucas indicações penianas

O extensor peniano PeniMaster PRO não é aparelho vulgar de vácuo, pois combina o vácuo com outras forças de fixação.

O vácuo do extensor aspira a glande para o interior da câmara, sendo mantido o contorno glandiforme. Na câmara atuam ainda mais forças de fixação, p. ex., a adesão e a união geométrica pelo efeito mecânico (o que resulta da forma da membrana flexível e da câmara, juntamente com os adaptadores Split).

Visto que as forças se combinam umas com as outras, a fixação da glande é segura, ficando minimizados os efeitos secundários indesejados das diferentes forças. Se o PeniMaster PRO fosse um mero aparelho de vácuo convencional, o risco de lesões aumentaria conforme o tempo de uso. Se o produto tivesse apenas uma fixação mecânica do pénis (extensor por laço), as dores provocadas impediriam tempos de uso suficientes.

Além disso, os sistemas meramente mecânicos na maioria dos casos mal estão apropriados para pacientes com glande pequena ou sensível.

Nenhuns problemas com os 30 extensores testados

O extensor distingue-se pelo uso universal. Até hoje, aplicou o PeniMaster PRO a mais de trinta pacientes. Consegui instalar o aparelho a cada um deles o que, durante o uso experimental de 1 - 2 horas, na clínica, foi possível sem quaisquer problemas ou dores. Ao mesmo tempo os pacientes deram um passeio, subiram e desceram a escada e foram à cantina.

Todos os pacientes compraram o PeniMaster PRO após o teste. Particularmente aqueles que antes tinham usado extensores com fixação por laço ficaram entusiasmados.

Não obstante, havia pacientes, com problemas especiais, aos quais dissuadi do uso do extensor. Um deles tinha uma glande patologicamente hipersensível, à qual mesmo leves toques provocam fortes dores o que indica uma dessensibilização operatória. Noutro paciente, o prepúcio foi puxado para o interior da câmara, pelo frénulo demasiado curto, e inchou. Este problema também deveria ter sido operado anteriormente ao uso do extensor.

Dr. Ruslan Petrovich sobre o PeniMaster PRO

  • Com uma glande grande, a aplicação do aparelho sem membrana adaptável de adesão é possível (mas não recomendável)
  • Eventuais problemas que surgem durante o uso podem ser removidos pela correção do vácuo a fim de harmonizar a combinação entre união geométrica, adesão e vácuo.

Como o aparelho também funciona sem a membrana de adaptação*, está pode ficar suprimida sob determinadas condições. Nalguns casos, a membrana dificulta a aspiração da glande ao interior da câmara. Eu mesmo não uso a membrana. No entanto, o paciente precisa de evitar que o gel penetre na válvula (o que é susceptível de prejudicar o funcionamento do aparelho). Por isso, retiro a válvula de vez em quando para limpar o interior com um lenço da mão

*Nota da redação: Não recomendamos usar o PeniMaster PRO sem a membrana para homens cuja glande não ocupa totalmente a câmara. É sempre razoável que os utentes apliquem o aparelho conforme as instruções de uso, com a membrana de adesão montada! Melhora o efeito de fixação do sistema por se adaptar dinamicamente à forma e ao tamanho da cada glande. Adicionalmente, a membrana protege a glande contra o vácuo existente na câmara e impede a penetração de líquido (suor, produto de cuidado) na válvula

Dr. Ruslan Petrovich:

Continuação do comentário de 29/01/13.

É necessário que o vácuo do sistema seja ajustado. Depois de uma ou uma e meia vez acionada a bomba, o paciente, na maioria das vezes, já obtém a fixação correta da glande.

Dr. Ruslan Petrovich:Depois, a glande deve encontrar-se completamente na câmara o que se controla puxando um pouco o anel para trás. Caso fique visível a coroa da glande, deve-se mais uma vez acionar a bomba. Por vezes é necessário utilizar um adaptador Split para reduzir o diâmetro da abertura da câmara.*

*Nota da redação:
em caso de diâmetro pequeno do pénis

Dr. Ruslan Petrovich:No interior deve ser evitado que a glande seja muito pressionada contra o adaptador Split porque isto iria alterar o princípio de funcionamento do sistema, reforçando a força de fixação mecânica*. Uma pressão excessiva da glande contra o adaptador Split é frequentemente perceptível por uma dor moída. O acionamento cuidadoso da bomba faz com que a glande seja deslocada mais para a frente, em direção à válvula, o que alivia a sua coroa.

*Nota da redação:
O PeniMaster PRO combina a união geométrica (fixação mecânica), a adesão e o vácuo como fixação segura e suave da glande).

Dr. Ruslan Petrovich:

Um exemplo prático: Fixa-se o extensor ao pénis por meio do dispositivo que produz a força de tração por barras. Com o controlo visual (puxando um pouco para trás o anel da entrada da câmara de vácuo) verifica-se se a glande entrou completamente na câmara. Não obstante se sente uma dor moída (na coroa da glande).

Desacopla-se simplesmente as barras e a câmara e aciona novamente a bomba para aumentar um pouco o vácuo (sem anteriormente afastar a câmara da glande). Depois se liga a câmara com as barras. Ora, as dores deixam de existir.

Assim, a estrutura do PeniMaster PRO proporciona uma extensão muito confortável do pénis, mesmo depois do alongamento operatório. A fixação segura permite a dilatação contínua do tecido peniano após a intervenção cirúrgica o que garante um resultado operatório ótimo.

Dr. Ruslan Petrovich sobre o PeniMaster PRO

  • As vantagens do produto compensam as incomodidades iniciais durante os primeiros usos do PeniMaster PRO.
  • Dr. Petrovich considera o PeniMaster PRO o melhor aparelho para alongar o pénis.
  • Para homens que usaram extensores convencionais, o PeniMaster PRO traz uma grande melhoria.
  • Dr. Petrovich emprega o PeniMaster PRO na área clínica, para o tratamento após operações do pénis.
  • O PeniMaster PRO é o primeiro produto que recomenda aos seus pacientes, sem restrições ou a necessidade de eventuais modificações do aparelho.
  • Dr. Petrovich classifica o PeniMaster PRO como o extensor peniano mais perfeito e eficaz, mesmo para o alongamento não operatório do pénis.

Comentário de 11/02/2013

O extensor é um produto ótimo.

Todas as incomodidades susceptíveis de surgir durante o uso não têm relevância pela fixação agradável e segura do aparelho ao pénis. Isto é a minha opinião clara como utente do PeniMaster PRO e que é idêntica à avaliação como profissional.

Considero este extensor o melhor aparelho que atualmente existe, adequado ao tratamento após uma intervenção cirúrgica e ao alongamento cosmético e não operatória do pénis.

Permito-me aqui expressar uma opinião que pode aparecer não ética. Talvez eu anule este texto algum dia. Apesar de tudo: Quando me perguntam por um produto que gosto de recomendar, um PeniMaster PRO ou um extensor com fixação por laço, faço uma analogia com os modelos de automóvel. O deslocamento desde o ponto A até ao ponto B é possível por meio de um carro simples (não quero referir determinadas marcas) ou de um modelo de luxo. Quem nunca foi de carro simples, aceita as vantagens do modelo de luxo como normais, não sabendo apreciá-las. O tema do aumento peniano é uma questão analógica. O resultado almejado é dilatar o pénis. Para a dilatação é necessário um aparelho. Há grandes diferenças qualitativas entre os aparelhos que se usam para atingir este objetivo.

Entende-se que dou os meus parabéns a todos os pacientes que optarem pelo PeniMaster PRO. Por outro lado entendo que eles não podem sentir o entusiasmo igual ao meu porque tenho a experiência adquirida durante o uso e posso fazer uma comparação com extensores convencionais.

No período abrangido entre 2005 e 2009 fiz 120 - 150 alongamentos penianos operatórios. Esses pacientes não me consultaram com anterioridade à operação, fui apenas o cirurgião. Desta tarefa fez parte explicar aos pacientes a fixação de um extensor peniano após a operação. Devo dizer francamente que metade de todos os homens que foram operados por mim não puderam usar os extensores disponíveis por não se adaptarem perfeitamente ao pénis. Esta desvantagem refere-se tanto aos extensores por laço como aos extensores por correia.

Frequentemente foram afetados homens com glande pequena e achatada ou prepúcio longo. A fita de fixação desprendeu-se e saiu. As fixações por laço forçam a cabeça peniana apesar do material de estofo e irritam adicionalmente a pele. Os resultados impediram muitas vezes a aplicação desses extensores pelos pacientes.

A necessidade levou-me a desenvolver uma técnica de ligar o pénis mediante uma ligadura Peha o que porém, apesar de resolver o problema da fixação insuficiente, não melhorou o conforto durante o uso.

Por que é que relato tudo isto?

Relato tudo isto porque muitos pacientes não conseguiram obter resultado satisfatório pela operação, porque não conseguiram obter, no período posterior à operação, uma dilatação contínua suficiente do pénis operado! Se antes eu já tivesse tido um PeniMaster PRO, os resultados da operação, pelo aparelho, teriam sido muito melhores.

Posso dizer que o PeniMaster PRO é o extensor perfeito para a minha atividade profissional.

Recomendo a todos os pacientes que vêm à consulta ou os quais opero no pénis usar o PeniMaster PRO, não obstante o preço.

Também aos pacientes que pretendem aumentar o pénis por um método não operatório ou àqueles que não apresentam indicação médica para uma intervenção cirúrgica, recomendo exclusivamente o PeniMaster PRO por ser o extensor peniano mais eficaz.

Como estou a ligar muita importância a bons resultados, continuarei a avançar o tema. Tenho o objetivo de alcançar a eficácia máxima no alongamento do pénis.